Shop Mobile More Submit  Join Login
About Deviant kreelahPortugal Recent Activity
Deviant for 12 Years
Needs Core Membership
Statistics 169 Deviations 2,385 Comments 26,070 Pageviews
×

Newest Deviations

Random Favourites

deviation in storage by SilentBeforeTheStorm

Wishlist

  • Listening to: Red Box - "Lean on me"
E viva os caracteres acentuados... Irra!! CURSE YOU!
É que nem com ê lá vai!...:angry:
Bom, adiante! Shrug Shrug Emote

Como não encontro esta história na internet em lado nenhum, achei por bem publicá-la aqui. Só a conheço através da tradição oral, ou seja, deve haver diversas versões da dita. Esta é a que eu sei. :D (Big Grin) 

[ ENGLISH ]
This entry will be in Portuguese only for the sake of... laziness. Sorry! :P
It translates literally to "The death of the magpie" and it's both a story and an expression. The story is long and goes on and on and we use its name to refer to a long and convoluted (and occasionally boring) narrative.

[ /ENGLISH ]

A morte da pêga


   O rapaz volta a casa, passados vários anos em que esteve a estudar no estrangeiro. O velho criado vai buscá-lo de charrete à estação do combóio e ele pergunta-lhe:
   - Então, meu bom Alberto, o que é que mudou enquanto eu estive fora?
   - Ó menino, está tudo na mesma, nada mudou.
   - Certamente algo terá mudado. Estive tantos anos fora...
   - Não menino, está tudo igual... ah, morreu a sua pêga.
   - A minha pêga de estimação?
   - Sim, menino.
   - Pois, foram tantos anos... morreu de velhice?
   - Não, menino, a sua pêga morreu de indigestão.
   - De "indigestão"? Mas o que é que ela comeu para morrer de indigestão?
   - Comeu muita carne de cavalo e teve uma indigestão.
   - Deram carne de cavalo à pobre ave!? Mas porquê?
   - Nós não demos, menino, mas os cavalos estavam ali mortos e ela alimentou-se...
   - Os cavalos... QUAIS cavalos?
   - Os puros-sangues do seu paizinho. Morreram todos e...
   - Os puros-sangues morreram TODOS? Mas morreram de quê?
   - Então, menino? Morreram de exaustão, claro.
   - De exaustão? Os puros-sangues morreram de exaustão a fazer o quê?!?
   - A transportar a água, menino.
   - Puseram puros-sangues a fazer trabalho de besta de carga? E água para onde? Nós temos já água canalizada na casa...
   - Então... a água para apagar o incèndio, menino.
   - O "incêndio"...?
   - Pois... a mansão ardeu toda.
   - A minha CASA ardeu toda?!?
   - Sim, menino.
   - Mas como é que começou tal incêndio?
   - Bom, as velas pegaram fogo às cortinas e...
   - "Velas"? Quais velas? Temos electricidade em casa!!
   - As velas do velório do seu paizinho...
   - O meu pai morreu??!?
   - Sim, menino. Começou a definhar e...
   - "Definhar"? Mas era uma pessoa tão cheia de vida... morreu de quê?
   - De desgosto, menino. Foi definhando de desgosto.
   - De desgosto, Alberto?
   - Sim, menino. Depois da morte da sua mãezinha, começou a definhar e foi um instante.
   - A minha mãezinha MORREU?!??
   - Sim, menino.
   - Mas morreu de QUÊ?
   - De vergonha, menino... de vergonha!
   - De vergonha? Mas vergonha de quê?
   - Da sua sua irmã.
   - Da minha irmã? Mas de que é que há que ter vergonha?
   - Dela ter engravidado do filho do cocheiro...

deviantID

kreelah
Portugal
Interests

AdCast - Ads from the Community

×

Comments


Add a Comment:
 
Add a Comment: